Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Cavalo dado não se olha os dentes? Empresário tenta fazer com que Presidente Dutra pague uma reforma de 19 milhões em prédio privado.
13/05/2020 18:54 em Presidente Dutra

 Empresário tenta dar “presente de grego” ao munícipio de Presidente Dutra no meio da pandemia.

 

Em algumas cidades do Maranhão, vemos empresários cedendo seus espaços para instalação de Hospitais de Campanha, Centros de Triagem e prédios para o funcionamento como anexo de Hospitais Macrorregionais, para o combate ao novo coronavírus.

 

 Todos os prédios até então se encontram em perfeitas condições estruturais. Já em Presidente Dutra, o empresário Raimundinho da Audiolar, cedeu através de carta as “instalações prediais do antigo Hospital Biné Soares a fim de que sejam aproveitadas em Hospital de Campanha no auxílio exclusivo ao combate ao Covid-19". Estaria tudo certo se, não fosse de amplo conhecimento das pessoas de Presidente Dutra, que o prédio se encontra em péssimas condições estruturais, como mostram as imagens a seguir.

 

 

 

 

 

 

Custo x benefício

 

Caso a prefeitura de Presidente Dutra, aceitasse o prédio disponibilizado, somente para reformar e equipar as instalações do antigo Hospital Biné Soares, cedido pelo empresário, gastaria cerca de R$300.000,00 (trezentos mil reais), lembrando que a reforma demoraria aproximadamente 2 meses, ainda ficariam de fora os R$ 150. 000,00 (cento e cinquenta mil reais) para a instalação da tubulação de oxigênio necessária para os leitos, e claro a climatização do ambiente que ficaria em torno de R$ 45 mil reais.

 

Ainda ficam de fora os 18 milhões necessários para a instalação de leitos com respirador, no caso contabilizando 100 leitos. É preciso contabilizar ainda os gastos com folha de pagamento de funcionários para o hospital que gira em torno de 400 a 500 mil por mês, mais os gastos com insumos (medicamentos etc.) algo que estaria em torno de 200 a 250 mil reais.

 

Precisamos ainda incluir no somatório, gastos com energia, cerca de 40 mil por mês, e alimentação hospitalar, em torno de 15 mil/mês.

 

Para que o Hospital Biné Soares, seja usado como um hospital para combate a covid-19, a prefeitura precisaria investir mais de R$ 19.280.000,00 (dezenove milhões, duzentos e oitenta mil reais) em um prédio privado. Caro para abrir as portas vocês não acham? Ainda sim vocês acham, que no meio de uma pandemia é viável um gasto como esse, em um prédio particular?

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!