Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Deputado Ciro Neto participa de Comissão que aborda a atual situação dos matadouros no MA.
08/05/2019 11:55 em SAÚDE

 

Fotos: Assembleia Legislativa

Ascom Deputado Ciro Neto

Ciro Neto ainda fez aparte na Sessão Plenária de hoje para destacar pontos importantes da reunião bem como sobre o projeto de sua autoria que está em andamento na casa.

Ontem (7) deputados membros da Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional, estiveram em reunião na Assembleia Legislativa, onde retomaram a discussão acerca da problemática dos abatedouros no Maranhão.

Estavam presentes os deputados Dr. Yglésio (presidente da Comissão), Ciro Neto (PP), Antônio Pereira (DEM), Wendell Lages (PMN), Carlinhos Florêncio (PC do B) e Adelmo Soares (PC do B).

Entre os órgãos envolvidos marcaram presença a Engenheira Agrônoma representante da FAMEM, Rita de Cássia, Fabiola Mesquita da AGED, Marcos Pontes do SINFA (Sindicato dos Servidores da Fiscalização Agropecuária), Maria de Lourdes do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), assim como outros órgãos também envolvidos na problemática.

Já os assuntos debatidos, foram a situação dos abatedouros clandestinos, regularização desses abatedouros, posicionamentos favoráveis a implantação do SUSAF/MA (Sistema Unificado de Atenção de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte), que geraria uma maior segurança sanitária, empregos além de fornecer a agricultura familiar, empreendedorismo de pequeno porte e artesanal.

Deputado Ciro Neto

Durante a fala do deputado Dr. Yglésio na Sessão Plenária de ontem (07), Ciro Neto corroborou a fala do parlamentar, assim como pontuou que “É preciso ressaltara a parceria entre FAMEM, AGED e SEMA, para o fortalecimento os municípios na composição de seus SIM municipais para que possa integrar o sistema SUSAF”.

O SIM (Serviço de Inspeção Municipal) que de acordo com a legislação, entre as suas funções, atribui ao município serviço público de inspeção e fiscalização industrial e sanitário de produtos de origem animal e vegetal, bem como a fiscalização de estabelecimentos de abate.

Ainda sobre a fala do deputado na sessão plenária de ontem (7), Ciro Neto ressaltou a necessidade da conscientização sobre o não consumo da carne “quente”, por uma questão de saúde, pois assim aumentam os riscos de contaminação e o calor, por falta de refrigeração, facilita a proliferação de bactérias que podem levar a graves problemas de saúde.

O parlamentar ainda cita a importância da realização de audiências públicas regionais, para solucionar também um dos problemas com o abate de gado no Maranhão, que é a necessidade da criação de consócios ente municípios, para solucionar problemas de regiões onde não existe gado suficiente para o abate. Outra temática abortada na reunião da comissão, pela presidente da AGED, Fabíola Mesquita, é que existem no estado, cerca de 12 abatedouros que necessitam de ajustes mínimos para entrarem em conformidade com as leis, sobre este problema, o deputado Ciro Neto aponta necessidade da destinação de emendas federais, investimento estadual ou de incentivar investimentos vindos da iniciativa privada para a minimização da problemática no Estado.

 

Ainda na Manhã de ontem, o deputado Ciro Neto participou de Sessão Especial na Assembleia Legislativa, sobre o Hospital Aldenora Bello e a Fundação Antônio Dino e seus problemas que a instituição vem enfrentando nos últimos anos visto o grande trabalho que a fundação realiza no combate ao câncer.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!